Au Pair: algumas verdades

Hallo!

Tá afim de ser Au Pair também? Pois é, ficamos super empolgados com a oportunidade de viajar, morar um ano em outro país, conhecer novas culturas e línguas através de um intercâmbio relativamente barato. Porém antes de bater o martelo e decidir encarar o Au Pair, é importante pesar bem algumas coisas na balança antes de sair de casa. Por exemplo encarar o fato de que este é um trabalho e não férias. Au Pair requer maturidade e responsabilidade, afinal estamos lidando com crianças (dos outros ainda por cima).

O intuito do post da semana não é assustar, inclusive porque não encaro como lado negativo, mas sim como um tópico que vale a pena ser pesado na balança. Além dos requisitos “padrões” para ser Au Pair estão implicitamente inclusos: paciência, maturidade, responsabilidade, jogo de cintura e muita disposição. Elenquei alguns tópicos que na hora do “vamo ver” nem todo mundo aguenta. São algumas observações e conclusões que cheguei através de conversas com outros(as) Au Pairs.

  1. As crianças vão te testar: lamento informar, mas sim essas criaturinhas vão te desafiar de todas as formas para testar sua autoridade nos primeiros dias, semanas… E isso é normal, afinal crianças gostam de quem tem autoridade e consequentemente isso as faz sentirem-se seguras perto daquele adulto. Afinal, você é uma pessoa estranha, que vem de um lugar estranho, fala outra língua mais estranha ainda. É complicado, mas temos que nos impor. E falar e discutir tudo sempre com os gasts.
  2. Você tem que ajudar em tarefas domésticas: e essas variam de família pra família. Mas sim gatinhos e gatinhas Au Pair tem que por a mão na massa. Mas tenha claro em mente que é ajudar e não fazer por eles. Veja bem como anda a divisão de tarefas e horários.
  3. Folga < trabalho: mais uma vez, isto nada mais é do que um trabalho. Não dos mais convencionais, afinal tem a troca cultural e os laços que se constroem ao longo, mas é uma relação de emprego. Como todo e qualquer trabalhador, temos folgas e férias. Mas desfaça a ideia de que Au Pair vai ser viajar, turistar, balada, curtir, etc etc.  Sim, haverão horas livres e como sua folga vai ser programada, também varia de família pra família.
  4. Você não está em casa: por mais que eles te façam sentir confortável,  não é a sua casa. Você deve seguir regras e inclusive ajudar (a por e tirar a mesa, por exemplo) mesmo que seja sua hora livre, pois é uma ação que qualquer membro da casa tem de realizar.
  5. Você mora com seus chefes: já vi histórias de AP que sentiram bem claro que estavam morando com os chefes. Eu particularmente nem lembro disso, meus gasts são ótimos, mas cuidado com o que você conversa e conta pra eles mesmo em momentos de descontração. Afinal, você está cuidando dos filhos deles e eles provavelmente não vão querer um “porra louca” fazendo isso, mantenham a compostura.

Lembrei desses tópicos e farei updates no post sempre que surgir mais um 🙂 A dica é: quando ainda estiver no Brasil, pergunte absolutamente TUDO o que puder antes de fechar. Para quem já está na casa da família: saiba impor seus direitos, mas saiba também ser flexível. Não existe família perfeita, nem Au Pair perfeita.

Ser Au Pair é uma experiência incrível! É muito mais do que meramente “trabalhar”. É trocar, vivenciar, aprender. Eu sempre digo que “Não estamos aqui para ser AuPair, mas somos Au Pairs para estarmos aqui”. Então aproveitemos a oportunidade e vamos absorver o melhor de cada dia.

Tschüss!

Anúncios

6 comentários sobre “Au Pair: algumas verdades

  1. Olá! Descobri seu blog outro dia e sempre fico acompanhando suas postagens. Achei legal, pois também vou ser Au Pair na Alemanha (viajo em julho) e já reuni algumas dicas suas. Também tenho um blog (estou organizando) onde falo sobre cultura, viagens e logo logo estarei postando coisas sobre Au Pair na Alemanha. Ficaria feliz se você quiser dar uma olhada por lá. 🙂 Abraços!

    • Olá Aline!
      Obrigada pelo feedback, muito bom saber que compartilhando nossas experiências estamos ajudando de alguma forma! Espero ter te ajudado e se você tiver qualquer dúvida não hesite em escrever que tentarei te ajudar 😉 Au Pairs unidas!
      Você vai morar onde? Como é sua família?
      Já abri aqui seu blog e com certeza darei uma boa olhada! Beijão!

  2. Olá, Luzi! É muito bom mesmo compartilhar experiências. Obrigada por visitar meu blog. Como disse ainda estou organizando ele e logo começo a postar também sobre o “ser uma Au Pair”. 🙂 Obrigada também pela disponibilidade. Vou morar em Esslingen, uma cidade próxima a Stuttgart, e minha família tem três crianças. Estou super ansiosa pela viagem!

  3. Olá gente… estou com previsão de viajar para Alemanha em abril do próximo ano, mas estou com muitas duvidas, quem esta me auxiliando é uma prima que mora na Alemanha, vê só quanto as burocracias alguém pode me ajudar, por exemplo o formulário que devo preencher do Au Pair??? e a entrevista ainda tenho duvidas imensassss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s